CMOC International Brasil

18 de Dezembro de 2018

Empregados da CMOC Brasil recebem homenagem

  • Compartilhe

Eventos realizados em Catalão (GO) e Cubatão (SP) reconhecem dedicação de empregados que completam 10, 20, 30 e 40 anos de casa em 2018

 

Nesta semana, a CMOC Brasil realizou duas grandes festas para prestar reconhecimento aos empregados de Catalão (GO), Ouvidor (GO) e Cubatão (SP) pela marca dos 10, 20, 30 e 40 anos de atuação na empresa em 2018. Na ocasião, mais de 150 empregados foram homenageados, com a entrega de certificados e prêmios.

Batizada de Tempo de Casa, a iniciativa acontece todos os anos nas operações da empresa. “Sabemos da importância de cada um dos nossos empregados para o sucesso da CMOC. E, para nós, é uma honra poder contar com seu empenho e dedicação por tanto tempo”, afirma Silvia Pinto, gerente de Recursos Humanos da companhia.

Um dos homenageados em Goiás é Ubiratan Gonçalves, que completou 40 anos de trabalho na Copebras, empresa de fosfatos da CMOC, em março deste ano. “Em 1978, entrei para trabalhar como ajudante geral. Hoje, sou assistente de produção na barragem de rejeitos”, conta. Segundo ele, mesmo com tanto tempo na empresa, ainda há muito para ser feito. “Cada dia é um aprendizado diferente. E isso é muito bom. Tenho disposição e quero continuar trabalhando na CMOC”, explica.

Também de Goiás, Claudiney Aleixo, coordenador de manutenção da Niobras, empresa de nióbio da CMOC, tem 20 anos de história na operação e muitas lembranças positivas. “É gratificante e dá uma emoção tremenda ver todo o meu crescimento aqui. Cheguei em 1998 para trabalhar como pintor e hoje sou coordenador na Planta Boa Vista. Cresci muito além das expectativas que eu tinha quando cheguei. Fiz cursos, me formei em um curso superior. Isso me emociona muito”, declara.

E a paixão pelo trabalho na empresa faz com que os mais experientes passem seus conhecimentos para outros membros de suas equipes. “Para os meus liderados, sempre falo que procurem conhecimento, independentemente de onde vão aplicar, porque conhecimento é sempre seu, ninguém tira. E é esse conhecimento que faz a gente crescer na empresa”, explica Claudiney. 

Em Cubatão, Ilson Oliveira Pereira é o empregado que tem mais tempo de trabalho na companhia, com 30 anos de atuação. Em novembro de 1988, foi contratado como auxiliar de produção. Atualmente, é operador A da unidade de ácido sulfúrico. “Tudo o que tenho hoje foi conquistado com meu trabalho, minha dedicação e das equipes em que estive. Fico muito lisonjeado com todo o crescimento e as oportunidades de estudo fornecidas pela empresa”, afirma.