CMOC International Brasil

08 de Junho de 2018

Fosfato bicálcico da CMOC auxilia nutrição animal

  • Compartilhe

Neste período de seca, o produto é essencial para a alimentação de rebanhos

O fosfato bicálcico (DCP), parte do portfólio de produtos da CMOC Brasil, tem papel fundamental na alimentação de animais como bovinos, ovinos e caprinos. Utilizado como suplemento nutricional, o DCP possui fósforo de alta biodisponibilidade e pureza e também é excelente fonte de cálcio. Quando agregado à nutrição animal, resulta em uma alimentação de alta qualidade, garantindo melhores resultados de ganho de peso, desenvolvimento, reprodução e desempenho produtivo.

De maio a setembro, período de seca nas principais regiões pecuaristas do Brasil, o uso do fosfato bicálcico como suplemento na alimentação do animal torna-se ainda mais importante. Devido à falta de umidade e temperaturas mais baixas, há uma queda acentuada na disponibilidade e qualidade do pasto. Com o amadurecimento, menor teor proteico e maior quantidade de fibras das pastagens, a digestão de seus nutrientes fica mais difícil, prejudicando o crescimento adequado dos animais.

“A única forma de se evitar que o desenvolvimento do gado seja prejudicado é realizando a suplementação nutricional, que corrige a deficiência proteica e mineral e mantém normais as funções metabólicas do animal. Dessa forma, o uso do Fosfato Bicálcico Copefós nas fórmulas é fundamental para garantir uma nutrição balanceada ao rebanho e evitar perda de peso e o retardamento da idade de abate ou de primeira cria”, afirma Lucas Luizari, coordenador de vendas (nutrição animal) da CMOC.

Reconhecido pelos criadores, o DCP da CMOC tem alcançado resultados cada vez mais expressivos. Apenas em 2017, a Copebras, empresa de beneficiamento de fosfatos da CMOC Brasil, produziu 179 mil toneladas, abastecendo a agropecuária e contribuindo para o progresso do País.